RSS

Canvas modelo de negócio inovador

O método Canvas para gerar novos modelos de negócio é uma ferramenta muito interessante, vale muito a pena baixar livros no SEBRAE, comprar livros especializados e ler blogs sobre esse assunto. Aqui vou contar uma experiência com um livro muito bom com o título em português: Inovação em Modelos de Negócio – Business Model Generation, Editora Alta Books em torno de R$ 60,00.

Deixe-me contar como conheci esta maravilhosa ferramenta. Estava a quase um ano atrás na Feira do Empreendedor promovida pelo SEBRAE RJ e vi várias pessoas usando um quadro cheio de post-it coloridos e conversando sobre diversos assuntos, fazendo um brainstorming. Fui até uma das consultoras e perguntei do que se tratava e aí ela me fez uma demostração. Terminando o evento fui direto para o portal do SEBRAE e baixei um pdf que explicava com mais detalhes. Gostei tanto do assunto, que acabei entrando em fóruns, páginas do facebook e claro, blogs que falavam sobre esse assunto. Passei quase um ano até então comprar o livro Inovação em Modelos de Negócio, sem muito esperança em encontrar algo novo, só queria mesmo ter essa ferramenta para poder ler durante minhas viagens. Para minha surpresa o livro trás muito mais informações e exemplos que eu esperava, e abriu ainda mais minha mente em relação a tudo que já tinha lido e pesquisado antes.

No livro além da explicação básica de como montar seu modelo de negócio inovador, há também estudos de casos como Apple, Microsoft e Xerox, só para citar algumas. Expande a criação de modelo de negócio visando não só o cliente, mas também partes da empresa como tecnologia, serviços e ainda complementa com Xplan e análise SWOT. Confuso? Calma, XPlan é um método de encontrar características focadas no cliente, o que ele ouve, fala, pensa e sente. E a análise SWOT é um estudo dos pontos fortes e fracos da empresa, juntos estes três poderosos recursos ajudam a criar um modelo de negócio realmente inovador e funcional para o mercado que se propõe.

capa bmg.indd

Tela-de-modelo-de-negócios-v2.0

Um abraço para todos e bons negócios.

 
 

Tags: , ,

Faixa exclusiva para pedestres desconectados… Funciona?

Jasper:

Você acha que essa ideia pegaria em sua cidade?

Postado originalmente em Conectados:

SemCelularPrimeiro, tentaram em Washington, capital americana. Agora, a cidade de Chongqing, no sudoeste da China, tenta melhorar o fluxo de pedestres nas calçadas criando faixas exclusivas para humanos que estejam desconectados de seus celulares, mesmo que temporariamente.

Isso mesmo, e a matéria da Forbes, e a foto acima mostram o inusitado da cena! Funciona? Nem tanto, mas a origem é interessante. Pedestres falando ou trocando mensagens e andando ao mesmo tempo causam congestionamentos em calçadas movimentadas. A idéia era privilegiar os apressados que não queriam ficar pedindo passagem e, ao mesmo tempo, educar os conectados a não atrapalhar.

Mas aconteceu coisa parecida quando ocorre um acidente de trânsito numa pista. Mesmo que pequeno, sem vítimas, as pistas livres passam a ter trânsito lento, todo mundo querendo ver o que houve.

Da mesma forma, quando abre o sinaleiro, muitos motoristas demoram para arrancar seus carros, por estarem ocupados ao celular.

No caso…

Ver original 182 mais palavras

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22/09/2014 em Blogar

 

Wunderlist 3 para windows 8 (finalmente)

Wunderlist_3_is_here

Um dos meus apps favoritos recebeu a pouco de um mês uma atualização para sua versão 3.0 que fui muito bem vinda. Sua sincronização ficou mais rápido e inteligente, mas na minha opinião ele não ficou fácil para o usuário final ou o mais antigo como eu.

Primeiro,ficou estranho organizar suas lista que estão na caixa de entrada para as outras listas, no meu caso em particular, tinhas muitas listas e geralmente criava direto uma tarefa na caixa de entrada e depois migrava para outra lista. Agora não se pode simplesmente arrastar, você deverá selecionar a lista e depois ir em um menu e então escolher qual a lista quela tarefa pertence.

Deixando esse detalhe de lado, tudo ficou melhor, me parece um app mais leve sem muitos problemas de sincronizar, fomos agraciados com mais imagens de fundo, algumas bem interessantes como do cachorrinho ou a minha preferida que é do pescador.

Ainda continua achando que as outras imagens deveriam ser disponibilizadas para todos os usuários, não é por causa das imagens que irei ser premium, há vantagens melhores como de espaço e de controle de tarefas em equipes que são mais convincentes que as imagens. Outra opção igualmente interessante no caso de imagens de fundo seria poder escolher uma imagem de fundo em seu dispositivo, quem sabe a versão 3.1 não faça isso.

080214_1918_WunderlistC1-900x421

Ficou por mais de duas semanas EM BREVE para Windows 8.1 no site

Dentre tudo isso o que mais de deixou chateado foi a demora para lançar para o windows 8, não só saiu a versão com mais de duas semanas de atraso como no dia que recebi o e-mail informando que havia sido liberado a versão para o Win Store, ainda não estava, isso gerou vários comentários nas listas oficiais do programa que se desculparam e conseguiram resolver o problema até o final do dia. Pelo menos a versão desktop para win8 chegou “sem” bugs. Isso pq na versão do win8 não se pode escolher as mesmas imagens de fundo que no android, assim tenho que ter imagens diferentes em cada dispositivo.

Por fim fica um pedido, uma pequena atualização para win7 :)

windows@2x

 

Tags: , , , , , ,

Hércules by Dwyne Johnson

hercules-the-rock-dwayne-johnson

Ontem fui assistir o filme, muito comentado, estrela por Dwyne (The Rock) Johnson, HÉRCULES.
Primeiro tenho que comentar que o trailer vendo um filme e quando você chega na sala de cinema é outro, mesmo tendo lido em vários blogs que o filme não era o trailer, fui com um pouco de esperança em meu coração. Sendo assim, tudo que vimos nos trailers, a luta contra a Hidra, contra o leão e contra o javali acontecem nos 5 primeiros minutos. Depois disso temos um filme de herói musculoso com sua equipe de mercenários cheios de truques e esteriótipos: a arqueira, o arremessador de adagas, o bardo, o guerreiro frenético e o mago. Temos também vilões clássicos como o tirano e o príncipe invejoso, temos também a dama dramática e o anti-herói. Nesse ponto, quem já é tem carteirinha de cinema, consegue saber todo o roteiro e quase tudo que vai acontecer sem grandes surpresas. Mas isso não deixa o filme ruim, pelo contrário, você sabe o que vai acontecer e torce para que aconteça. As cenas dos locais e o visual está muito legal, lembra e engana que séria um Grécia antiga e um território inóspito.

Destaque para a caracterização do Hércules, com a cabeça de leão, barba grande e longos cabelos, bem fiel as imagens e estátuas retratadas nas obras de arte, diferente de alguns de barbas feitas. Infelizmente Dwyne é um bom moço e não retratou um herói infiel, ainda temos um Hércules mulherengo , estamos tão presos aos nossos valores que esquecemos como era naqueles tempos em que muitos deuses eram infiéis e até estupravam as virgens, mas isso não é importante e nem fez a diferença.

Esqueça efeitos especiais, lindas mulheres (nuas) e cenas de carnificina, este é um filme para a família, para passar um tempo comendo pipoca com as crianças enquanto a esposa está na loja de roupas ou de sapatos fazendo suas compras, sim é melhor não levar sua esposa ou namora, a menos que ela curta muito este tipo de filme. As cenas de ação são bem legais, há lutas de tipos bárbaras, piratas e muitas tiradas de humor, que fazem rir mesmo.

Deixo aqui uma recomendação de ficar vendo as cenas logo após o final, mostra aina algumas cenas das lutas contra as criaturas mitológicas mas por outro aspecto quando começar a subir os créditos pode sair e tomar um sorvete.

1375451018_maxresdefault

Para saber mais sobre a história que não foi contada no filme, que são os doze trabalhos, deixo um lick para algumas páginas:

http://monteolimpoblog.blogspot.com.br/2011/04/os-doze-trabalhos-de-hercules.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Doze_trabalhos_de_H%C3%A9rcules

 
Deixe um comentário

Publicado por em 07/09/2014 em Blogar

 

WordPress para criar seu portifólio

WordPress para criar seu portifólio

Olá,
recentemente estou dando aulas para jovens e principalmente para jovens que estão se preparando para serem novos designers e aí que surgem suas grandes dúvidas uma delas é: COMO CRIAR UM PORTFÓLIO ONLINE para apresentar meus trabalhos aos meus clientes ou para aqueles que querem contratar?
Sendo assim, vou tentar responder essa pergunta nesse post lhes apresentando duas ferramentas. A primeira é o WordPress, criação de um blog com páginas e a segunda opção será o Carbonmade (em outro post), um portfólio online fácil de usar.

Pegue uma xícara de café e vamos começar… vamos lá?

WordPress
O serviço de criação de blogs wordpress é um dos mais famosos e utilizados por profissionais de todo o mundo e principalmente por pessoas que sem nenhum conhecimento especializado em linguagens como html5 ou ccs3, possam publicar suas ideias de maneira fácil e intuitiva.
Vamos deixar claro que existem dois tipos distintos de conta no serviço um .com e um .org. A grosso modo o wordpress.com é um serviço online na qual se usa a plataforma para publicações simples e será esse que irei descrever e o wordpress.org que é um serviço no qual se usa a plataforma de publicação é baixada para seu computador e usando conhecimentos especializados se pode criar sites muito mais profissionais e personalizados.

O primeiro passo é criar uma conta no site de maneira simples:

br.wordpress.com

 

site=

 

  • clique em criar um site
  • Na próxima página que se abrirá coloque seu e-mail
  • Crie um nome de usuário (faça um fácil de se lembrar usando números e letras)
  • Crie um nome fácil para seu blog (site). Evite nomes como CachorroDoidao, Garotadorioamelhor ou Meudesignmelhordetodos. Quanto mais curto melhor e quanto mais direto também, algo como joaosdg (João Silva Design Gráfico) ou PJSdesign (Portfólio do João Silva Design) poderiam ser boas escolhas. Outro tipo de nome que deveria descartar nesse momento são os Soufreela ou Freelasforever.
  • Depois desses pequenos passos chegará em sua caixa de correio eletrônico uma mensagem do wordpress.com para que seja confirmado seu cadastro. Clique no link para finalizar seu cadastro e começar a publicar. Aqui vale uma ressalva, o wordpress pode pedir um número de telefone móvel (celular), isso serve para sua segurança, pois é para esse número que o WP irá enviar um código verificador. Isto ocorre para aumentar a segurança do seu site.

Seu primeiro blog ou site já está criado, agora é hora de fazer alguns ajustes.

Na clique em meus sites e em seguida vá em Temas.

sites2

none

sketch

  • Clique na guia …MAIS, e selecione Grátis, deste modo você só verá os temas que estão disponíveis para as contas free, o que são muitos.
  • Olhe bem para cada tema e ao ver um que tenha a tudo haver com seu estilo e trabalhos clique sobre a imagem
  • Abrirá uma página mostrando algumas informações sobre o tema que você quer aplicar, nessa página há informações de tamanho de imagens e exemplos de sites que usam esse tema.
  • Clique em EXPERIMENTAR para ver como o site funcionaria para seu trabalho, eu recomendo que teste vários. Gostando basta apenas ATIVAR.

Pronto seu site com um tema bem legal já está pronto, agora vamos recheá-lo com seus trabalhos, que é o muito importante.

new

Clique em adicionar um post em seguida o wordpress irá abrir uma nova página ou uma nova aba em seu navegador. Nessa nova janela que é bem intuitiva faça o seguinte:

  • Faça um Título Nome do seu trabalho. Ex.: Combate Ryu vs Ken, digamos que vc fez um desenho desses lutadores ou algo bem chamativo como coração explosivo.
  • Adicione uma mídia, nesse caso será uma imagem digitalizada no formato JPG que deverá estar no seu computador. Faça os ajustes necessários.
  • Faça uma descrição do seu trabalho logo abaixo da imagem, fale quais técnicas usou se foi photoshop, illustrartor, vetorização, pintura digital, se usou caneta digitalizadora e principalmente se foi um estudo, se foi um trabalho acadêmico ou para um cliente, inclusive se foi para aquela sua tia que lhe pediu para vetorizar o mickey para a festinha da sua sobrinha.
  • Insira uma TAG ou Categoria, aqui vale pensar em que tipo de trabalho é. Ilustração, Diagramação, Pintura Digital, Sites, Hotsites, etc. Você deve pensar em como categorizar, criar conjuntos de trabalhos, que podem ser depois facilmente encontrados, como fossem pastas no seu sistema operacional.
  • Faça um revisão de texto, veja a imagem e se tudo estiver correto clique em PUBLICAR.

Agora seu primeiro trabalho está online, repita este processo com pelo menos mais 10 trabalhos. Seu Portfólio já está funcionando. Agora cópie o seu endereço do blog e distribua para todos.
Um abraço para todos até mais.

 
1 comentário

Publicado por em 28/08/2014 em Blogar, Gotas de Café

 

Tags: , ,

Um novo Wunderlist 3

wunderlist_3.0

wunderlist_3.0

O Wunderlist fez sua atualização para a versão 3.0, trazendo novidades como a sincronização automática entre sistemas. Legal, mas ficou devendo uma atualização para o windows 8.1, e agora? Simples, ela abre margem para quem é usuário experimentar outros meio de criar listas de tarefas que seja multiplataforma com “é” o Wunderlist.

Eu migrei para o evernote, já o usava como uma grande aliado para anotações, gerenciar conteúdo e tudo o mais, entretanto não o usava como um gerenciador de tarefas e lista, para minha grata surpresa ele está se saindo muito bem e ainda fica tudo em um só aplicativo.

Outro ponto, não tão relevante, mas que para alguns pode ser um diferencial, é que com menos apps, mais espaço pode sobrar para seu smartphone, tablet, notebook e webapp.

Então fica aqui minha indignação, com a demora do wunderlist não atualizar rapidamente para windows 8.1

Um abraço a todos e até a próxima

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27/08/2014 em Blogar

 

Dungeon World ou… precisamos de mais um sistema para se jogar RPG?

magic-book

Fala macacada!

Depois de poder experimentar o tão aclamado Dungeon World de Latorra e Koebel, editado aqui no Brasil pela Secular Games e distribuído pela Koboldes Den e participar dos fóruns, que estão fervendo tanto aqui no país quanto no mundo estou confortável para fazer minha “resenha”.

Em primeiro lugar vou deixar bem claro que sou um veterano de guerra, um velha guarda, gosto de D&D, AD&D2ed e até joguei o D&D3.x. Dungeons & Dragons é o que mais me deixa confortável ao sentar em uma mesa com amigos ou pessoas em eventos para jogar. Claro, que já joguei e ainda jogo outros sistemas e cenários, mas como todos, tenho minhas preferências. Só que nos últimos tempo o D&D vêm se tornando estranho ou eu estou envelhecendo e não me agrada mais as novidades do novo sistema, sou totalmente contra nos livros básicos aquelas raças como draconianos, homens de pedras e dois tipos de elfos. O D&D4E me tirou na jogatina e achei melhor jogar mico preto com meus amigos ou um bom e velho jogo de damas.

Certa vez dando uma navegada sem rumo pela internet, na verdade no Facebook, vi um anúncio de um livro alternativo com novas regras e com um cenário bem convidativo. Fui pesquisando e descobri que ele era um HACK (uma variação) de um outro jogo um tal de Apocalipse World, mas até aí já tinha visto tantos outros jogos e cenários que nem me deixava levar por essas animações todas. Mas uma outra coisa me chamou a atenção quanto a esse jogo novo com cara de OldSchool, o número de material que está sendo produzido por milhares de pessoas ao redor do mundo, e são pessoas como você e eu, não apenas uma empresa querendo ganhar alguns dólares (não sou contra ganhar alguns ou milhares de dólares, ok?). Mas esse fato realmente me chamou a atenção, cenários clássicos como Castelo Blackmoor, DarkSun e vários suplementos estão sendo criados a todo instante, alguns free e outros a preços módicos. Foi aí que pensei, quero poder jogar e ver se esse joguinho é tudo isso mesmo.

Não precisei esperar muito, pois a versão traduzida já estava a venda, e pude comprar alguns dias depois do lançamento. Um destaque bem legal é que junto com o livro você também recebe um PDF, isso é ótimo para matar sua ansiedade de querer ler alguma coisa antes do produto chegar efetivamente e poder tocar com suas próprias mãos. Outra vantagem é poder levar o conteúdo completo no seu dispositivo móvel e poder jogar em quase qualquer lugar. Vale muito também entrar no site e baixar fichas de personagens e movimentos. Vou deixar lá no final deste post alguns links bem interessantes de outros caras e de material que pode te ajudar.

Agora de posse do livro e depois de uma semana lendo e fazendo algumas anotações havia chegado a hora de testar com alguns colegas de jogatina. Meu grupo de sábado estava disposto a experimentar, mas sem muita expectativas por parte deles, eles já estavam satisfeitos com Dragon Age RPG e com Vampiro Idade das Trevas, para que outro sistema ou cenário? Pensavam eles e no meu intimo também havia um pouco deste sentimento. Entretanto, Dragon Age RPG está com alguns problemas em liberar suas caixas e há um número pequeno de material de apoio. Vampiro Idade das Trevas é ótimo, mas não é FANTASIA, não tem elfos, anões e dragões e este cenário é o que me fascina. Pois bem, chegou o dia.

FASTÁSTICO! Foi a palavra que mais se ouviu depois da primeira aventura, e realmente posso afirmar que fui mesmo fantástica. Estou jogando minha quinta aventura com o mesmo grupo e irei ser o mestre de jogo para alguns outros amigos em breve. Mas o que é tão fascinante assim?

Em primeiro lugar o jogo é fácil, muito simples, qualquer pessoa pode chegar em sua sala pegar uma ficha e começar a criar um personagem sem nunca ter jogado qualquer RPG antes. Sente-se escolha uma ficha de personagem e comece a escolher como será sua persona, está tudo ali. Não demora 10 minutos para se criar um personagem e você tem tudo, desde equipamentos as suas habilidades de classe e raça. Em seguida vocês criam um mini histórico juntos, onde vínculos são criados e isso é importante para se ganhar XP. Também é muito rápido, vamos começar a jogar.

Talvez aqui seja o tendão de Aquiles para novatos, digo para um mestre de jogo que nunca se sentou e jogou algum tipo de RPG, o que pode parecer incrível. Mas se tanto o mestre quanto seu jogadores não tiverem qualquer conhecimento sobre o que é um elfo, um druida etc., a criação pode ser algo mais complicado, digo isso pois tive um convidada que nunca havia se quer visto o Senhor dos Anéis.

O jogo tem início perguntando aos PERSONAGENS o que irão fazer, se há alguma missão em andamento etc. Tudo desde esse momento é surpreendente, pois a criação da história começou e os PERSONAGENS não estão sentados em uma taberna, até podem estar, esperando que um velho mago os chame para uma aventura, os JOGADORES é quem dizem aos MESTRE DO JOGO o que e para onde estão partindo… só isso já é muito legal, e podem até lhe dizer que estavam sentados na taberna quando um mago os chamou para descer as masmorras que ficam abaixo da torre negra. O que é muito legal também é você começar o jogo sendo o cara, você não é um simples aventureiro acima da média com uma FOR 16 ou 18/00 em uma ou outra habilidade, você realmente é único, tanto que só se pode escolher uma classe por jogador. Senso assim, só termos um guerreiro por mesa, um clérigo, um ladinho e assim por diante. E os personagens do mestre (PdMs) acreditem, não são nem uma sombra do que os personagem dos jogadores são. Quanto as regras, simples, use dois dados de 6 (2d6) e some ao bônus do atributo para executar um determinado movimento. Se o resultado for menor do que 6, houve uma “falha” e o mestre irá fazer seu movimento, se for entre 7-9 o jogador consegue fazer, mas com algumas escolhas, isso quer dizer, fez mas não fui lá assim uma maravilha e o mestre pode fazer um movimento suave, no entanto se o resultado fui 10 ou mais é um sucesso “decisivo” e o personagem executou com maestria o movimento que fui iniciado. Mas… tudo vai depender da FICÇÃO, e é aí que a coisa fica boa. FICÇÃO nada mais é que a história, a cena em si, o que está acontecendo e, pasmem, o bom senso.

A FICÇÃO rede o jogo e não as regras, as regras são apenas apoio para o que a ficção está determinando. Aí um MESTRE vai fazer a diferença. O mestre em Dungeon World tem como dever ser apaixonado pelos personagens dos jogadores e apresentar para eles um mundo fascinante cheio de aventuras e de ação e como recompensa ganha descobrir o novos caminhos para a história que estão contando em conjunto. Jogadores criativos irão recompensar muito seu mestre com ideias inovadoras e histórias sobre lugares e feitos nunca antes contadas.

Depois disso, olhei para minha estante de livros de RPG, os quais por anos vislumbrei, menos a minha coleção da D&D4, e vi que Dungeon World não era mais um sistema, ele não vinha com apenas mais uma opção, para mim ele fui a natural evolução do D&D e de muitos outros sistemas que sempre se disseram ser narrativos mais ficavam presos e muito das vezes engessados nas próprias regras, deixando para trás a narratividade e a ficção em prol das regras, quem em muitos casos se contradizem.

Dungeon World hoje para mim é o sistema de RPG mais bem construído, com regras de apoio para a narração simples e dinâmica. É o que estou usando agora e que me fez voltar a ter prazer em jogar RPG como havia no início do Dungeons & Dragons.

Fico por aqui macacada! Espero ter ajudado aqueles que estão procurando por mais informações e opiniões sobre Dungeon World ou RPG.

Links para mais informações e com material de apoio:

Comunidades de Fóruns:

Sites e Blogs

Algumas imagens de jogos citados

DungeonWorld

Dungeon World nacional e sua versão original (praticamente igual) Nós ainda ganhamos o bárbaro com classe extra.

apocalypse-world

Aqui foi o inicio de tudo.

Capa Guia Dungeon World_fanpage

Guia do DW em português

 
1 comentário

Publicado por em 12/01/2014 em Blogar, Dungeon World, RPG

 

Tags: , , , , , , , ,

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 368 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: